Como funcionam os preenchedores? – Dra. Lívia Carvalho

Como funcionam os preenchedores?

É comum que com o envelhecimento aconteça uma diminuição da produção de colágeno, deixando a pele mais flácida e provocando no rosto uma perda do contorno natural. 

A boa notícia é que existem várias formas de minimizar estas características do envelhecimento, e uma delas é o preenchimento injetável

  • Conheça os preenchedores e os bioestimuladores

Conhecidos como preenchedores e bioestimuladores faciais, eles proporcionam volume e criam sustentação para melhorar a forma e o contorno facial, estimulando a produção de colágeno. 

  • Qual a diferença entre eles?

O preenchimento geralmente é utilizado para o tratamento do envelhecimento com resultados imediatos na correção de volume perdido e também no estímulo do colágeno de forma lenta e delicada. 

Os bioestimuladores são substâncias que ao serem injetadas na pele estimulam apenas a produção das fibras de colágeno.

  • Quais são as opções de preenchimento?

O ácido hialurônico é o mais utilizado na técnica de preenchimento. Sendo um polissacarídeo existente na nossa pele, tem propriedade de adesão à água, promovendo hidratação e contribuindo para a elasticidade da pele.

O ácido hialurônico é bastante versátil, podendo ser utilizado apenas como um hidratante, no tratamento de rugas finas e superficiais, bem enquanto volumizador, preenchendo depressões mais profundas.

  • Quais as opções de bioestimuladores?

Podemos mencionar três substâncias com a função bioestimuladora – o ácido poli-L lático, a hidroxiapatita de cálcio e Policaprolactona. Conheça a função de cada um:

1 – Ácido poli-L lático: é um bioestimulador de colágeno injetável. Promove resultados graduais e naturais, que começam a ser percebidos a partir da terceira semana após a primeira sessão, podendo permanecer por até 2 anos. São necessárias 2 a 3 sessões na média, com intervalos de 40 dias.

2 – Hidroxiapatita de cálcio: além do efeito de preenchimento imediato, estimula a produção natural de colágeno, recuperando a firmeza e a elasticidade. Costuma ser muito utilizado no rejuvenescimento facial e é a principal escolha para o rejuvenescimento das mãos. Os resultados duram em torno de 2 anos.

3 – Policaprolactona: essa substância foi recentemente aprovada para uso no Brasil e é um preenchedor com efeito bioestimulador. Ao ser aplicado, tem resultado imediato por meio do preenchimento de rugas e sulcos profundos acompanhado por um efeito posterior de bioestimulação da produção de colágeno.

  • E toxina botulínica? Também não é um tipo de preenchimento?

Trata-se de uma técnica injetável diferente dos citados anteriormente. A substância age paralisando o músculo, o que impede que a ruga se aprofunde cada vez mais por conta da contração muscular. Já o preenchimento repõe a falta de volume em áreas específicas.

Gostou e quer saber mais sobre este assunto? Continue acompanhando o blog.

Open chat
Precisa de ajuda?