Pós-Bariátrica – Dra. Lívia Carvalho

Pós-Bariátrica

Após a cirurgia de redução do estômago, ou qualquer perda substancial de peso, a pele e os tecidos muitas vezes não têm elasticidade e podem não estar em conformidade com o tamanho reduzido do corpo. Como resultado, a pele, que foi severamente estendida, agora não tem sustentação: os braços ficam flácidos; as mamas podem achatar e ficar com mamilos apontados para baixo; o abdômen pode se estender nas laterais e na zona inferior das costas, o que resulta em uma saliência semelhante a um avental; as nádegas, a virilha e as coxas podem apresentar flacidez, ocasionando bolsas suspensas de pele.A intervenção cirúrgica de contorno corporal, após grande perda de peso, melhora a forma e remove o excesso de gordura e flacidez da pele, contribuindo para a autoestima e a qualidade de vida desses pacientes. O resultado é uma aparência corporal satisfatória, com contornos suaves.

Alguns dos procedimentos mais realizados pelos pacientes que perderam peso após cirurgia bariátrica são a abdominoplastia, mastopexia, ritidoplastia, dermolipectomia braquial (braços) e crural (coxas).

A cirurgia plástica é indicada quando o paciente está com o peso estável por pelo menos seis meses. A estabilização do peso geralmente acontece por volta de 12 a 18 meses após a bariátrica.

O tipo de anestesia o retorno às atividades profissionais vão depender do procedimento realizado.