Cirurgias plásticas em adolescentes – Dra. Lívia Carvalho

Cirurgias plásticas em adolescentes

Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), nos últimos dez anos tivemos um aumento de 141% dos procedimentos cirúrgicos em jovens de 13 a 18 anos. O Brasil lidera o ranking em números de jovens que passam pela cirurgia plástica.

  • Quais os procedimentos mais procurados?

A rinoplastia, cirurgia usada para correção estética ou funcional do nariz, e a prótese de silicone nos seios estão entre os procedimentos mais procurados.

  • Quais fatores podem interferir neste aumento?

Sem dúvida a Internet acaba sendo um dos fatores de maior influência. Ao acompanharem resultados que veem nas redes sociais, na televisão, enfim, de pessoas famosas, os jovens acabam despertando a curiosidade e o interesse.

Além disso, infelizmente outra questão bem preocupante é o bullying que também influencia nessa decisão, visto que, a maioria das cirurgias em adolescentes tem como objetivos questões estéticas. Por exemplo, uma criança que sofre na escola ao ter uma orelha de abano (otoplastia) ou uma adolescente por ter uma mama muito grande, muito pesada (gigantomastia).

  • Quais os riscos de realizar cirurgias em adolescentes?

Costumam ser menores comparados aos riscos de uma paciente mais envelhecida, porque normalmente adolescente não tem comorbidades como pressão alta e diabetes. No entanto, cada caso tem suas especificidades e devem ser avaliados. Por isso a importância de consultar um médico de confiança e realizar exames pré-operatórios.

Quais as orientações antes de realizar procedimentos em adolescentes?

1) Discuta todos os pontos da cirurgia com o adolescente envolvendo os responsáveis .
4) Mamoplastia de aumento acima de 18 anos de idade.
5) Mamoplastia redutora e uso de próteses para correção de assimetria mamária é aceitável após esclarecimentos aos responsáveis.
6) Ginecomastia e otoplastia podem ser realizadas.
7) Rinoplastia em casos excepcionais. Mulheres entre 15 e 17 anos. Homens entre 17 e 19 anos.
8) Lipoaspiração deve ser evitada, opte por uma reeducação alimentar.
9) Procure um cirurgião plástico da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
10) Tenha bom senso.

É muito importante que as cirurgias estéticas na adolescência sejam analisadas pelo pediatra clínico e pelo cirurgião plástico, com o objetivo de se atingir um julgamento cirúrgico adequado, devendo ser valorizados aspectos como idade, inserção social, estado emocional, autoestima, biotipo e necessidades.

Quer saber mais sobre o assunto? Continue acompanhando o blog!

Open chat
Precisa de ajuda?